quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Encontro de Confrarias Rio Wine & Food Festival 2017

O Rio Wine & Food Festival (RWFF) é um dos maiores eventos de vinho e de gastronomia e ocorreu em vários pontos da cidade do Rio de Janeiro, de 19 a 27 de agosto de 2017. O mercado de vinho movimenta bilhões de dólares e o Brasil é um importante ator no cenário vitivinícola internacional.

No dia 19 de agosto, ocorreu o encontro de Confrarias RWFF 2017 no Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara - CADEG -, em Benfica, na Cidade do Rio de Janeiro. Neste encontro, a mesa redonda, composta por Presidentes de Confrarias, foi conduzida por Marcelo Copello, Organizador do RWFF 2017.

Cristiane Miranda e Marcelo Copello

Cristiane Miranda (Presidente da Gran Estirpe), Maria Lúcia Rodrigues (Presidente das Amigas do Vinho, Luciana Oliveira (Presidente da Confraria do Perlage ao Tanino), Ana Maria Magalhães (Presidente da Confraria As Carmelas), José Paulo Fernandes (Presidente da Amavinho), Valter Macedo (Presidente da Confraria Amigos de Baco), José Martins (Presidente da Confraria Gran Reserva) e Efraim Moraes (Presidente da Confraria Amigos do Efraim) compuseram a mesa redonda de Presidentes de Confrarias.


Presidentes de Confrarias e Organizadores do RWFF 2017

Presidentes de Confrarias e Marcelo Copello

Cristiane Miranda e Marcelo Copello

Cristiane Miranda e Marcelo Marques

Encontro das Confrarias no Auditório do CADEG

A palavra " Confraria" é junção do prefixo latim "Cum" (junto) com o termo "Frater" (irmão), e sua origem remonta ao Império Romano. Este vocábulo apareceu no século XIII, e a partir da idade média, essas associações se multiplicaram. Neste período, os participantes dessas reuniões eram religiosos em torno de práticas místicas e de proteção social, e possuíam sempre símbolo ou escudo e santo como devoção comum.

Confraria é sinônimo de irmandade, em que há uma reunião de Confreiras e/ou de Confrades com propósito de reunir e de agregar, compartilhando experiências de vinhos degustados pelos participantes, em encontros organizados, que lutam pela identidade de um grupo, conservando e produzindo conhecimento, constituindo-se em associação de qualidade e de tradição.

A primeira Confraria nasceu na França com o nome de La Confrérie de la Corne, no ano de 1586.

O fenômeno de formação e de constituição de Confrarias de apreciadores de vinhos se expandiu de maneira significativa, no início do século XX, na França. Em território brasileiro, as mais antigas Confrarias possuem registros da década de 80. 

A Confraria do Amarante, idealizada pelo especialista José Osvaldo Albano do Amarante e jornalista Saul Galvão (falecido em 2009), reúne sua irmandade há 26 anos, e desde fevereiro de 1983, doze amantes de vinho se reúnem mensalmente para degustações às cegas, acompanhadas de jantares em bons restaurantes de São Paulo. Este grupo já degustou cerca de 2.700 garrafas, e suas informações foram registradas e catalogadas em planilhas especifícas. Dessa forma, a Confraria do Amarante é a precursora das Confrarias brasileiras.

Confrérie des Chevaliers du Tastevin, da Borgonha, e Confraria dos Gastrônomos do Algarves, em Algarves, estão entre as Confrarias mais prestigiadas.

Os Confrades e as Confreiras são informados das reuniões por E-mail, por ligações telefônicas, por SMS e por WhatsApp. Nessas degustações, há temas propostos, tais como: degustação por tipos de castas, degustação por tipos de vinhos, degustação por países, degustação por terroir, degustação por métodos de produção, degustação por safras etc.

Degustar é quebrar regras. A escolha audaciosa na propositura temática, na harmonização e na escolha do local é sempre um constante e prazeroso desafio.

Degustemos vinhos; e não, rótulos.

Saúde!


Agradecimentos

Parabenizo a organização do Encontro de Confrarias Rio Wine & Food Festival 2017 a Marcelo Copello, do Grupo Baco Multimídia, a Sergio Queiroz, do Grupo Baco Multimídia, e a Marcelo Marques, Sommelier.




2 comentários:

Marcelo Marques disse...

Ficamos muito felizes pela presença de todos os presidentes e representantes das confrarias presentes.
Parabéns Cristiane Miranda pela presença e pela brilhante narrativa. Muito obrigado.
Viva il Vino.

Cristiane Miranda da Silva disse...

Marcelo,
Obrigada pela sinceras mensagens e pelo convite.
Este encontro foi um marco histórico para as Confrarias de Vinho.
Santé!